MAÇONARIA - Escritório de Satanás no Mundo


Começo dizendo a todos, não se enganem: o pai da maçonaria é Lúcifer.
Essa organização luciferiana, chamada de Maçonaria, diferentemente do que muitos supõem, não é um organismo isolado e singular no mundo. Antes, trata-se de um poderoso segmento do Império de Satanás. E Satanás possui um reino, como nos ensina o Senhor Jesus Cristo:
“E, sabendo ele o que se lhes passava pelo espírito, disse-lhes: Todo reino dividido contra si mesmo ficará deserto, e casa sobre casa cairá. Se também Satanás estiver dividido contra si mesmo, como subsistirá o seu reino?” Lucas 11:17,18
Este império do mal começou a ser organizado desde o princípio, quando a Serpente enganou Eva e tomou de Adão o domínio do mundo, passando a ser ele próprio, Satanás, o deus deste século e o príncipe deste mundo:
“Mas, se o nosso evangelho ainda está encoberto, é para os que se perdem que está encoberto, nos quais o deus deste século cegou o entendimento dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus.” 2 Coríntios 4, 3-4
“Chegou o momento de ser julgado este mundo, e agora o seu príncipe será expulso.” João 12,31
Alguns símbolos que colocarei aqui são usados pela maçonaria:







Ramificações da Maçonaria:

AMORC, Lions Club, Rotary Club, De Molays, Shrines, The Daughters of the Nile (As Filhas do Nilo), Amaranth, Estrela do Oriente, Grotto, Cavaleiros Templários, Rito de York, Rito Escocês, Illuminati, P2, Skull and Bones (Caveira e Ossos), Ordem do Dragão.
Um dos pontos marcantes dessa organização diabólica é a hierarquia fundamentada em uma simbologia iniciática ocultista. Quando alguém ingressa na Maçonaria, essa pessoa é iniciada em um processo sistemático a que os maçons denominam rito (de ritual). Esta iniciação tem por óbvia finalidade um processo de recrutamento e a inserção do iniciado na hierarquia das lojas maçônicas. O objetivo final de tudo isso é a obediência à organização, e a armadilha sedutora é o simbolismo ocultista (mistérios maçônicos) sobre o que toda a curiosidade do iniciado é lançada. Julgando estar diante de um belo caminho que o conduzirá a grandes revelações, o iniciado se torna presa fácil desse processo de doutrinamento camuflado por todo um vasto penduricalho de símbolos ocultistas cujo valor espiritual é nenhum. Nesses rituais maçônicos há uma série sistemática de juramentos, os quais têm a finalidade de reforçar a submissão do iniciado à organização. Desta forma, o iniciado, começando por Aprendiz, é introduzido, como se fosse um soldado, em uma rígida hierarquia onde passa a servir aos interesses da organização maçônica. Nessa história dois grupos são beneficiados: Homens ímpios, profanos e pagãos, embriagados por ambições de poder, fortemente atraídos por um status enganador que lhes dá a impressão de estar fazendo parte de uma elite, e Satanás e seus demônios, pois quanto mais fundo estiver uma pessoa envolvida no ocultismo, mais facilmente manipulada pelas trevas se torna. Essa manipulação tem por objetivo a destruição espiritual do ser humano, contra quem o diabo nutre ódio mortal. Tem também a finalidade de recrutar homens e mulheres a fim de que sirvam a Satanás em seu propósito de ser adorado através da figura da Besta, assunto já tratado em outros artigos e para o qual retornaremos quando formos demonstrar como a Maçonaria serve a propósitos mais abrangentes de Lúcifer. É evidente que o diabo não pode contar com homens que realmente amem a Deus a fim de levar a cabo seus intentos. Por isso recruta homens ímpios, egoístas, amantes de si próprios, ambiciosos, arrogantes, idólatras e pagãos através da Maçonaria. Posteriormente, a organização, fundamentada em princípios satânicos, sistematicamente os doutrina fazendo-os acreditar que são “homens de bem e de bons costumes” e uma “elite benfeitora”, como é frequentemente anunciado em suas publicações e sutis propagandas.
A Maçonaria é uma organização iniciática, ocultista e completamente satânica !O Deus da maçonaria não é o nosso Deus em sua palavra nos ensina, e sim, o diabo.
As Landmarks (princípios maçônicos) de Albert Pike são cinco, ao todo. Ei-las aqui:
1- A necessidade dos maçons reunirem-se em Lojas;2- O governo de cada Loja por um Venerável Mestre e dois Vigilantes;3- A crença no Grande Arquiteto do Universo e numa vida futura;  4- A cobertura dos trabalhos da Loja;
5- A proibição da divulgação dos segredos da Maçonaria, ou seja, o sigilo maçônico.
Aqui publico, mais uma vez, as esclarecedoras palavras de Albert Pike (autor maçonico e historiador), que como você já leu, é um dos homens pivôs na história da Maçonaria:
“Para vocês, Soberanos Grandes Inspetores Gerais, nós dizemos isto, que vocês podem repetir para os irmãos dos graus 32, 31 e 30: A Religião Maçônica deve ser, por todos nós iniciados dos altos níveis, mantida na pureza da Doutrina Luciferiana“; “Sim, Lúcifer é Deus…”; “E a verdadeira e pura religião filosófica é a crença em Lúcifer, o igual de Adonai; Mas Lúcifer, Deus da luz e Deus do bem, está lutando pela humanidade contra Adonai, Deus da escuridão e do mal.” (Instruções aos 23 Conselhos Supremos do Mundo, Albert Pike, Grande Comandante, Soberano Pontífice da Maçonaria Universal, 14 de Julho, 1889)
Portanto, a nossa Igreja, Católica Apostólica Romana é totalmente contra as práticas maçonicas, é impossível ser cristão maçonico, isso é ofensa terrível ao nosso Deus Vivo e Supremo.
Cuidado irmãos em Cristo, não deixemos que o império de satanás domine o mundo, continuemos combatendo, pela oração, jejum, Eucaristia, leitura da Bíblia e livros santos, e pricipalmente, por um testemunho que é o que arrasta, até mesmo a estes que já se encontram no mundo das trevas.
Até a próxima.
Fonte: Espada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário